Dominio: missaopoliglota.com.br
Chave: ce01ce45861222d5ba53fe1a151712ce36e8c1bc
Hora do cache: 1501069109
Vida do cache: 1501112309
Status: 1
Mensagem: Centive nao respondeu
Chave do Pedido: 86c1f9f890b64907d5b495a17d81907d68a4a5fb
Chave do Produto: PROKEY
Scroll Top
Livro digital gratuito

Baixe o e-book gratuito "5 estratégias infalíveis para aprender qualquer idioma". Basta inserir seu nome e e-mail.

Estude Idiomas e abra-se para o mundo

Saiba mais sobre o autor do blog Missão Poliglota. Conheça um pouco de sua história e veja algumas fotos de sua autoria, de algumas de suas viagens pelo mundo.

Olá, tudo bem? Meu nome é Igor Barca e sou fundador do blogs Missão Poliglota e Prática Diária e da escola de idiomas online Estude Idiomas. Caso você já tenha se perguntado:

  • “Eu sou capaz de aprender um idioma?”
  • “Posso aprender um idioma rapidamente?”
  • “Como começo a estudar?”

… então, este blog é para você.

 

E A LUZ SE FÊZ

livro-e-a-luz-se-fez

Esse é o título do primeiro livro de astronomia que li. (E só um detalhe, o fêz tinha acento circunflexo!) Exatamente assim, com este acento circunflexo. Quando era criança, era louco por física e astronomia. O que mais me impressionou nesse livro antigo não foram as informações sobre a história da astronomia, os dados sobre as infinitas estrelas do universo, mas o seu título. Desde então, quando começo algo, sempre lembro dessa frase-título. Acho que já era um prenúncio do que viria pela frente, uma paixão pelas palavras, acompanhada de poesia e de estudos de idiomas. Escrevi meu primeiro poema quando era criança, sobre um lobo que caçava um homem à meia-noite. Ainda lembro dos primeiros versos… “Meia noite. / Um uivo, escuta o homem. / Imediatamente lhe vem à cabeça a nossa realidade, / que está contida em um uivo. / Achando que a Terra existe / por causa nossa.”

Comecei estudando italiano e depois aprendi inglês e francês. Também estudei japonês, alemão, tibetano e outros idiomas.

Nossa, quanta nostalgia… O primeiro idioma estrangeiro que estudei também foi na infância. Comecei pelo italiano, depois de receber uma visita de uma família italiana, amigos de um amigo de meu pai. Tinha 10 anos, na época. Meu pai me comprou o primeiro livro daquela coleção da editora Globo, com a fita cassete e minha mãe também entrou no jogo, me comprando um livro do Berlitz, o Italiano passo a passo. Logo comecei a produzir pequenos textos em italiano sobre árvores, macacos, escola, bola e todas aquelas questões importantíssimas que envolvem a vida de uma criança.

E a luz se fêz. Comecei a estudar idiomas: idiomas modernos e antigos. Tive a oportunidade de morar no exterior, nos Estados Unidos, com a minha mãe, aos 18 anos; e sozinho na França, país em que concluí meu curso de Letras – Francês, em 2011. Mas minha experiência como professor começou desde que voltei dos EUA, com o inglês e com o italiano, ou seja, ensino desde os 18. Hoje, com 27, fiz dos idiomas a minha vida.

logo

Já ensinei em diversas escolas regulares e, em 2012, dei início ao Estude Idiomas, quase que voltado somente para o concurso da Diplomacia. Tenho alunos no Brasil inteiro, nos quatro cantos do país, de todos os níveis (do básico ao avançado) e acredito muito na educação à distância. E é por isso que estou aqui, ocupando este espaço virtual e um pequeno espaço em sua vida. Pretendo dar algumas dicas de estudo, sobre como aprimorar a gramática, o vocabulário, a pronúncia, enfim, o idioma como um todo. Vou aproveitar também para conversar sobre filmes e livros que aprecio. É bem provável que fale um pouco de música também, principalmente sobre versões de músicas brasileiras em um outro idioma, tema que adoro. Aproveite bem esse espaço, assista aos vídeos com atenção, leia os artigos e tome notas, tenho certeza de que eles serão muito úteis para o seu aprendizado, não importando qual seja o idioma.

APRENDER UM IDIOMA É ABRIR-SE PARA O MUNDO

Um novo idioma não é só útil para o mundo do trabalho. Com ele, você pode viajar e conhecer lugares maravilhosos, como esses pelos quais tive a oportunidade de passar. Esses são apenas alguns dos países onde já estive. Ainda tenho muuuitas fotos para mostrar, mas vou mostrando tudo aos poucos. Clique nas imagens para ampliá-las:

Colosseo, Roma

 

eiffel

Tour Eiffel, Paris

 

Belas cerejeiras

Parque Ueno, Tóquio

 

Kafka Museum, Praga

Kafka Museum, Praga

Vamos nos conhecendo aos poucos e vou falando um pouco mais de minhas experiências no exterior, inclusive com relação aos idiomas locais! Agora, fique à vontade para conhecer o blog. Qualquer coisa, estou sempre disponível para responder suas perguntas.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.