Dominio: missaopoliglota.com.br
Chave: ce01ce45861222d5ba53fe1a151712ce36e8c1bc
Hora do cache: 1545165989
Vida do cache: 1545209189
Status: 1
Mensagem: Centive nao respondeu
Chave do Pedido: 86c1f9f890b64907d5b495a17d81907d68a4a5fb
Chave do Produto: PROKEY
Scroll Top
Livro digital gratuito

Baixe o e-book gratuito "5 estratégias infalíveis para aprender qualquer idioma". Basta inserir seu nome e e-mail.

Artigos Vídeos

Viagem para Portugal e França – Dias 1 e 2

No início do ano de 2018, decidimos - minha esposa e eu - fazer uma viagem de férias para a Europa. Fazia três anos que não viajávamos, desde 2015, quando fomos ao Japão. Passeamos por Portugal e pela França com [...]

Viagem para Portugal e França

No início da viagem, ainda no aeroporto de Natal.

Dias 1 e 2

No início do ano de 2018, decidimos – minha esposa e eu – fazer uma viagem de férias para a Europa. Fazia três anos que não viajávamos, desde 2015, quando fomos ao Japão. No ano da viagem ao Oriente, minha esposa engravidou e, em abril de 2016, nosso amado filho chegou: Ian, que hoje tem 2 anos e meio. Esperamos ele crescer um pouco para podermos viajar com mais tranquilidade, queríamos que ele também pudesse curtir a viagem, soltando frases de admiração e brincando em novos lugares. Deu tudo certo e agora estou aqui para contar como foi.

Planejamento

Apesar de termos decidido viajar com uma certa antecipação, esperamos um pouco para comprar as passagens, já que o início do ano é um período meio atribulado financeiramente, com despesas de IPTU, IPVA, materiais escolares… Enfim… Se você tem filho, já deve saber do que estou falando.

Em maio, compramos as passagens, parceladas em 10 vezes, rs. Já tínhamos a hospedagem, porque minha mãe estava morando em Portugal na época. Planejamos ficar aproximadamente três semanas e conhecer um pouco de Lisboa, de Braga, de Porto e de outras cidades do país. Viajaríamos no dia 15/11, às 23:30 e voltaríamos no dia 02/12, às 17:30. Escolhemos um voo direto de Natal para Lisboa, porque era mais cômodo para o pequeno, que faria sua primeira viagem de avião e já enfrentaria 8 horas no ar.

Nossos planos mudaram um pouco em relação à hospedagem, porque minha mãe teve que sair de Portugal e voltar para a Finlândia, por questões de imigração… Uma pequena confusão que já está sendo resolvida. Isso nos deixou um tanto desesperados, não tínhamos mais hospedagem gratuita, deveríamos incluir gastos com hotel. Pesquisando um pouco na internet, descobrimos o Airbnb, site incrível em que você pode reservar um quarto por valores acessíveis nas casas de quem já mora na cidade que você pretende visitar.

Viajamos do dia 15/11 ao dia 02/12. Foram 6 noites em Lisboa, 5 noites em Braga e 6 noites em Toulouse.

A reserva foi dividida da seguinte forma: 3 noites em Lisboa (nossa chegada na sexta-feira e o final de semana), 5 noites em Braga e mais 3 noites em Lisboa antes de voltarmos para o Brasil. Essa foi a parte de Portugal. Inicialmente, nossa viagem não incluía outro país, mas como minha irmã mora em Toulouse e estávamos querendo economizar em hospedagem, decidimos comprar passagens de Porto para Toulouse e de Toulouse para Lisboa. Financeiramente, pode não ter compensado tanto, mas posso dizer que valeu muito a pena passar 6 noites na França!

Claro que há mais questões relativas ao planejamento, mas vou apresentando as informações aos poucos, para não ser muito blá blá blá antes da viagem em si. Vamos passar para o nosso primeiro dia!

Dia 1

Preparação das malas

A viagem começa antes mesmo da viagem. O planejamento, a organização, tudo é muito importante para que tudo dê certo. Quando chegou o dia, tivemos que arrumar as malas. Tínhamos decidido levar tudo o que nos fosse permitido pela companhia aérea, ou seja, 6 malas! Eram 3 malas de porão e 3 malas de mão. Que loucura! Ainda no Brasil, percebemos isso e já fizemos a fusão de duas malas em apenas uma. Deixamos a outra mala na casa dos meus sogros, que nos levaram ao aeroporto. Tínhamos, então, 5 malas!

Aeroporto Natal

Chegar em um aeroporto é tudo de bom. Já dá aquele friozinho na barriga de novidade, de viagem nova. Meu plano era gravar vídeos e publicá-los no mesmo dia em meu canal do YouTube, em formato de blog, mas o cansaço da viagem não deixou. Durante a viagem, publiquei fotos diariamente em meu Instagram. E agora estou aproveitando para divulgar os vídeos. Este daqui, por exemplo, foi o primeiro vídeo que fiz no aeroporto, ainda em Natal.

Aeroporto Lisboa

O vídeo seguinte foi gravado já no aeroporto de Lisboa. Não reparem na minha cara de sono, fiquei a madrugada inteira sem dormir. Foi uma viagem bem cansativa.

Airbnb

Depois de recuperar nossa bagagem, pegamos um táxi rumo ao nosso primeiro quarto do Airbnb. Chegando lá, o sobrinho da dona do apartamento nos ajudou com as malas e nos acomodou. Ele foi muito gentil, nos orientando sobre o apartamento e nos entregando as chaves do quarto, do apartamento e da porta de entrada do prédio.

Caso você ainda não esteja inscrito no Airbnb, use este link para ganhar R$ 130,00 na reserva de acomodação de sua primeira viagem. Eu também recebo crédito quando você usa o link, mas não precisamos contar pra ninguém, né?

Trem e metrô sem carrinho, com poeta e com fome

Depois de chegar em nosso quarto, decidimos descansar um pouco. Dormimos algumas horas antes de sair para conhecer a cidade. A nossa anfitriã reservou um berço para o nosso pequeno. Ele adorou!

Quando saímos do quarto, já mais descansados, passamos em uma tabacaria para pedir informações sobre como chegar na estátua de Fernando Pessoa. Infelizmente, estávamos um pouco distante do centro e tivemos que pegar um trem e um metrô para chegar lá. Imagine fazer tudo isso com um bebê nos braços, andando bem devagar ou querendo escapar d’a gente. Foi bem cansativo, mas chegamos lá.

Assim que saímos do metrô, demos de cara com a famosa estátua de Fernando Pessoa. Valquíria, minha esposa, estava com fome e nem bateu foto com o poeta. Aqui está o meu registro.

Com o poeta Fernando Pessoa

Ao lado de uma Pessoa boa de papo.

Bem perto de onde descemos, vimos uma Padaria Portuguesa. Valquíria foi entrando e conferindo o menu: sopa, sanduíche e suco por 5 euros! Foi isso que comemos no primeiro dia da viagem! Devo confessar que foi uma boa escolha, tanto pelo preço quanto pelo sabor.

Praça com estátua de Camões

Em frente à padaria, havia uma praça com uma bela estátua. Era a estátua de Luís de Camões. De lá, gravei meu primeiro vídeo ao ar livre em Portugal.

Livraria

Estávamos cansados, mas já alimentados. Andamos um pouco pelo bairro e encontramos a livraria mais antiga do mundo, a Bertrand, aberta em 1732. Não resistimos e entramos.

Descobri que livros não são baratos em Portugal. Saí da livraria de mãos vazias.

Dia 2

Uber

Nossa epopeia no dia anterior, com trem e metrô e sem carrinho, nos levou a pensar em uma alternativa diferente de locomoção. Já tinha lido sobre como usar o Uber no exterior e devo dizer que foi super tranquilo e econômico usar o aplicativo em Portugal. O que pagamos de transporte para ir de onde estávamos ao supermercado, por exemplo, foi mais baixo do que o que pagaríamos se tivéssemos decidido usar o metrô ou o ônibus.

Quando você está sozinho, é mais vantajoso usar transporte público, mas quando se está em família, o Uber é mais interessante, porque não é preciso multiplicar o valor da passagem pelo número de passageiros. Enfim, economizamos e ficamos confortáveis.

Não há mistério em utilizar o Uber no exterior. O aplicativo e o procedimento são os mesmos do Brasil. Só é preciso ficar atento se o motorista está seguindo o caminho indicado, já que, muito provavelmente, você não conhece bem a cidade em que você está hospedado. É importante também esperar que o motorista finalize a corrida, para você ter segurança que não será cobrado além do necessário.

Uma dica para ter Internet em seu celular durante a viagem: compre o chip de uma operadora local.

Aqui vai uma dica para ter sempre internet em seu celular (caso seu plano no Brasil não inclua Roaming): compre um chip de uma operadora local. Basta encontrar uma loja de celular e pedir um chip pré-pago. Algumas vão exigir documentação, outras não. Na loja em que comprei, por exemplo, não tive que apresentar documento algum, paguei 10 euros e saí com o celular com 4G.

Supermercado

No segundo dia, nosso primeiro destino foi o supermercado. Reservar um tempinho para comprar o necessário para a semana é essencial caso deseje economizar. Por aproximadamente 20 euros, você pode suprir pelo menos 6 refeições para 3 pessoas. Compramos macarrão, pasta fresca, geleia, pão, molho, tempero, mistura, biscoitos, salada, suco, leite… Deu pra comer bem gastando pouco.

Oceanário

O segundo passeio do dia, depois do almoço, foi para o Oceanário. Este foi o passeio mais aguardado de Lisboa, para ver “bubarão”. Foi ótimo não só para o nosso pequeno, mas para a gente também. O espaço era enorme e bem agradável. Havia muita gente, de vários lugares do mundo, era uma verdadeira torre de Babel.

E aqui vai um vídeo com os tubarões!

Depois do Oceanário, voltamos para casa, preparamos o jantar e descansamos até o dia seguinte. No domingo, pegaríamos nosso trem para Braga, para dar início a mais uma etapa da viagem.

Sobre o autor | Website

Igor Barca domina inglês, francês, italiano e espanhol e estuda alemão e japonês. Sua missão é aprender ao menos 10 idiomas e ajudar você a aprender também!

Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.